sexta-feira, 29 de julho de 2016

MAIS DA COLEÇÃO APLAUSO: QUANTO VALE OU É POR QUILO?

   Se o cinema não se cansa de beber na fonte da literatura, pode-se dizer que Sérgio Bianchi selecionou o que havia de melhor no mundo das letras quando levou para as telas Quanto Vale ou é por Quilo?. O filme é uma livre adaptação do conto "Pai contra Mãe", de Machado de Assis, entremeada com pequenas crônicas do pesquisador Nireu Cavalvanti sobre escravidão no Brasil, e revela as mazelas e contradições de um país em permanente crise de valores. 
   A narrativa costura dois recortes históricos em intervalos de tempo diferentes: o antigo comércio de escravos do século XVIII e a exploração da miséria pelo marketing social dos dias atuais. Misturando as duas épocas, com a repetição de alguns personagens em situações análogas, o roteiro aponta dois desfechos para o filme, criando uma duplicação de possibilidades que surpreende o leitor. Como "extras", o livro traz o conto de Machado de Assis que inspirou o filme, algumas crônicas de Nireu Cavalcanti, além de uma pequena coletânea de críticas de jornais e revistas que analisam o filme.

HISTÓRIA DO CINEMA NACIONAL

   Você conhece o filme O Caçador de Diamantes, de Vittorio Capellaro? O roteiro da obra, de 1933, é considerado o primeiro roteiro de ficção de nosso cinema. 
   Esse documento foi reunido em uma edição apresentada e comentada pelo montador e professor de cinema Máximo Barro, e faz parte da Coleção Aplauso - Cinema Brasil, da Imprensa Oficial do Estado. Clique aqui e leia a obra na íntegra.





5º FESTIVAL CURTA NA UERJ

   O Festival Curta na UERJ é um concurso de vídeo e animação aberto ao público e que tem como objetivo incentivar a produção audiovisual, bem como ampliar a experimentação e o diálogo entre as linguagens de TV, cinema e internet.
   O tema deste ano do festival é “O que transforma o mundo?”. Essa pergunta é muito inspiradora e servirá de mote a muitas construções interessantes. Que tal pensar mais no assunto e expressar suas ideias em um vídeo? Clique na imagem e confira mais detalhes.

ANIMAÇÃO BRASILEIRA VENCE FESTIVAL INTERNACIONAL DA CRIATIVIDADE DE CANNES


   A animação brasileira “Malak e o Barco”, baseada na história real de uma menina de sete anos, alerta sobre a crise humanitária na Síria e os abusos contra menores de idade.
   O curta foi produzido com a participação de voluntários brasileiros a pedido da UNICEF e ganhou cinco Leões em Cannes, entre eles o “Grand Prix for Good”, que é o prêmio máximo do Festival. O filme faz parte do projeto "Contos que não são de fadas".
   A animação, com duração de dois minutos, mostra a batalha enfrentada pela menina síria Malak, que foi sobrevivente de um barco com refugiados que cruzou o Mediterrâneo.


    “A ideia foi reproduzir histórias reais de crianças narradas por elas, no formato de um desenho animado, mostrando que nem todas as situações são apropriadas a elas”, afirma o paulistano Adhemas Batista, diretor de design do curta.
   Ao todo, outros 10 brasileiros participaram da premiada animação, que foi produzida no Brasil e em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Adaptado do conteúdo da página: 

quarta-feira, 6 de julho de 2016

MOBILIZAÇÃO "PARATODOS" NA E. M. 25 DE ABRIL

   Na E. M. 25 de Abril, durante planejamento da sessão do filme "Paratodos", as professoras de Sala de Leitura Isabela Galm, Lúcia Florêncio e Rachel Lopes pensaram em uma forma interessante de mobilizar sua comunidade escolar: contatar algum atleta paralímpico, a fim de que os alunos se aproximassem desse universo esportivo. E a resposta foi um sucesso - Clodoaldo Silva mandou um recado à garotada da escola! Confiram o vídeo!



CURSO BÁSICO DE ANIMAÇÃO

Clique na imagem e acesse a página para inscrição.

SESSÕES "PARATODOS" NAS ESCOLAS MUNICIPAIS

  O filme "Paratodos" foi lançado, paralelamente ao circuito comercial, nas escolas participantes do Cineclube nas Escolas, bem como em outras unidades que se interessaram pela participação na atividade. Assim, alunos, professores e outros membros das comunidades escolares se mobilizaram a fim de divulgarem as sessões e realizá-las, no período de 24/06 a 01/07.
   Confiram alguns registros desses momentos.